domingo, 31 de maio de 2009

Gamelas - Empregados de Mesa

Quem me conhece bem sabe que eu não tenho um temperamento muito fácil. E sou muito pouco tolerante a faltas de respeito.

Fui jantar com uma amiga minha e a verdade, é que a comida estava intragável e como tal, delicadamente, reclamei. Acontece que o empregado de mesa não viu a reclamação com muito bons olhos e foi muito mal educado. Eu, tendo o belíssimo temperamento que tenho, pedi o Livro de Reclamações. O "pintas" ainda teve a lata de me perguntar se eu tinha 18 anos, coisa que não tenho, lixou-se que a minha amiga tinha e ela assinou a reclamação. No mesmo momento em que devolvemos o livro ao gerente do restaurante, o empregado foi despedido. Na hora.

Eu desde que saí do estágio que não vou muito à bola com empregados de mesa, muito menos quando eles são mal educados com os clientes, que ainda por cima lhes pagam o ordenado.

7 comentários:

M disse...

Sinceramente eu nestes casos tenho sempre alguma pena dos empregados, pois mesmo tendo pouca paciência, tenho noção que no fundo é a vida deles que está ali em jogo, deles e das suas famílias, por menos que eles tenham nocção disso...

Leonor disse...

M, acontece que se uma pessoa trabalha directamente com clientes, seja numa loja seja num restaurante tem de ser bem educado. E se nós como clientes fazemos um reparo, não quer dizer que seja para o mal do mesmo, logo, ele não tem de ser mal educado e ele é que tem de se preocupar se tem família em casa para sustentar, deve pensar nisso tudo antes de tomar atitudes como estas.

M disse...

Claro que tem que ser ele a pensar nisso mas o que não falta para ai são pessoas irresponsáveis. Imagina se todas as pessoas mal-educadas estivessem no desemprego. Metade da população já lá estava. Mas por outro lado é verdade que há pessoas que também têm famílias e são mais bem-educadas no desemprego e por vezes executando melhor as tarefas que os que estão empregados.
É um questão muito complexa mas não deixa de ser a vida das pessoas que está em jogo.

Lilly disse...

Eu fui empregada de mesa durante um ano e meio no mesmo restaurante e até gostava...era porreiro falar com os clientes, e principalmente quando deixam gorjeta grande (sinal de que gostaram do serviço) mas olha que assim como tu podes na gostar de empregados de mesa, e' tambem dificil de aturar muitos clientes!
Para alem de muita gente ser mal educada, olhavam-m como se fosse inferior e precisasse mesmo deles para viver...como se eu fosse de raça 'rasca'.
Por isso há alturas em que os pobres dos empregados de mesa perdem a paciencia, o que é compreensivel quando se passa um dia inteiro a atender pessoas ingratas e que nos tratam mal.
Eu às vezes gostava que as pessoas se pusessem no lugar onde já estive para ver se compreendiam um bocadinho a situação...Acho que toda a gente devia ser empregado de mesa plo menos uma vez na vida-...

Mas claro que depois também há as excepções...em que afinal o mau da fita é mesmo o empregado...

Leonor disse...

Lilly, para mim o mundo da restauração não me é desconhecido, "trabalho" no meio e sei perfeitamente como são a maior parte dos clientes, como tal também sei o que é ter de aturar gente mal-educada. Acontece que eu tratei muito bem o senhor, ele é que já não soube corresponder.

Anónimo disse...

mesmo quase 2 anos depois deste post sinto-me na obrigaçao de responder.
trabalhei num grande hotel, muito conceituado durante 6 anos, apareciam pessoas de todo o tipo.
concordo com a lily pois todos deviam passar pela pele para poderem opinar, e se a reclamaçao foi feita devido ao sabor do prato tem que se ter em conta que nao foi o empregado de mesa que o0 confeccionou mas sim os cozinheiros. fazem ideia de quantas reclamaçoes ouvimos ou porque o serviço ta lento, ou a comida nao é bem o que queriam??? milhentas e a culpa vai sempre para o empregado de mesa que no final nao tem culpa de nada, eu propria ja fui chamada de estupida e em voz alta com o restaurante cheio apenas porque a comida vinha sem sal.
incultos sao aqueles que pensam que ser empregado de mesa é apenas para quem tem que sobreviver, caso nao saibam ha quem tenha que estudar e muito para o conseguir, exige conhecimento, formaçao, cultura geral e muita paciencia, não é á toa que se diz qie o pior cliente é o portugues devido á sua mesquenhice.
tentem ser empregados de mesa nem que seja apenas por um mes mas tentem e depois escrevam como se sentiram.

vinda disse...

pois e ser empregado de mesa nao e para qualquer pessoa.gostava de ver algumas pessoas a fazer este tipo de trabalho. sofre-se muito desde pessoas que pensam que esta ali o criado e abusam era bom que todos esperimentassem para saber o que e bommm....o salario deveria ser a dobrar pelo menos assim e uma miseria....